InternetData CenterAssinante

Escolas de Içara e Cocal do Sul são destaque no site do MEC

Práticas na escola que têm o folclore brasileiro como temas
Escolas de Içara e Cocal do Sul são destaque no site do MEC
Foto: Blog da EMEF Demétrio Bettiol
Por Ana Paula Cardoso Em 24/01/2014 às 16:16

Duas escolas públicas do Sul do Estado são destaque no site do Ministério da Educação (MEC) por conta das práticas na escola que têm o folclore brasileiro como temas.

Em Cocal do Sul, eventos promovidos pelas escolas em épocas de festas juninas e julinas e na Semana do Folclore, em agosto, são aguardados com ansiedade pela comunidade. O professor Rodrigo Cardoso, oordena o grupo do Boi na escola Demétrio Bettiol. Além de cuidar da parte musical, ajuda na confecção dos personagens. Ele leciona em três escolas do município diz que o que mais chama a atenção é o envolvimento dos alunos nesses eventos culturais. “Notamos o orgulho de cada um nas apresentações e nos ensaios”. Professor de artes no Colégio Cocal e de musicalização nas escolas municipais de ensino fundamental Cristo Rei e Demétrio Bettiol, Rodrigo trabalha com diversos temas, mas o que mais o emociona é o Boi de Mamão, manifestação folclórica típica de Santa Catarina, que envolve dança e cantoria. O grupo é convidado, com frequência, a fazer apresentações em outras escolas e instituições e já se apresentou em municípios vizinhos. Rodrigo atua no magistério há 14 anos. Nas aulas, ele procura sempre estimular a troca de experiências com os alunos. O professor também usa recursos de vídeo e de áudio.

Em Içara, na Escola Municipal de Educação Fundamental Quintino Rizzieri, trabalhos sobre folclore são rotineiros para os mais de 800 alunos. A diretora da instituição, Jaqueline dos Santos, considera o folclore importante para resgatar a cultura do povo e excelente meio de transmissão de conhecimento. Para ela, que está há 27 anos no magistério, o fato de a cultura catarinense apresentar tanta diversidade contribui para que os estudantes venham a ser cidadãos que conheçam e saibam conviver com as diferenças.

Em 2013, ano em que Içara foi sede da 20ª edição da Festa da Cultura Açoriana de Santa Catarina (Açor), os professores desenvolveram temas ligados a essa cultura, como o folguedo do Boi de Mamão, a Festa do Divino Espírito Santo, artesanatos, lendas e brincadeiras infantis. Uma das atividades foi a realização de evento que incluiu palestra da escritora local Iêde Cardoso dos Santos sobre o livro O Bicho-Papão Não é Mais Aquele. “Várias apresentações marcaram o dia em homenagem à escritora, valorizando a cultura de um povo passada de geração em geração”, ressalta Jaqueline, que tem graduação em educação física e pós-graduação em atividade física e saúde.

As crianças apresentaram paródias com personagens do folclore, músicas e coreografias de incentivo à leitura e participaram de exposições de bichos-papões confeccionados com materiais reutilizados.

Os textos do Portal do Professor são de Fátima Schenini.

Acompanhe a reportagem de Içara

Acompanhe a reportagem de Cocal do Sul

Colaboração: Ana Lúcia Pintro