InternetData CenterAssinante

Carlos Moisés anuncia liberação de R$ 10 milhões para desassoreamento da Barra do Camacho

Recurso será repassado para a Prefeitura de Jaguaruna por meio de um convênio
Carlos Moisés anuncia liberação de R$ 10 milhões para desassoreamento da Barra do Camacho
Foto: Fernando Silveira
Por Lucas Renan Domingos Em 15/05/2021 às 14:27

O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, anunciou neste sábado, dia 15, a liberação de R$ 10 milhões para a realização das obras de desassoreamento da Barra do Camacho. O recurso será liberado por meio de um convênio a ser assinado com a Prefeitura de Jaguaruna, que será responsável pelo processo de licitação e fiscalização da empresa que será contratada para executar os trabalhos.

A notícia foi dada pelo próprio governador em reunião com o prefeito Jaguaruna, Laerte Silva, e com o deputado estadual Zé Milton Scheffer (PP), líder do governo na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc). Vereadores de Jaguaruna e representantes das associações de pescadores também estivaram na Casa D'Agronômica. 

“É um legado que vai ficar para o município. É uma obra essencial que há anos Jaguaruna e toda a região vinha batalhando para conquistar”, comemorou o prefeito. O projeto a ser executado foi elaborado em parceria com a Associação dos Municípios da Região de Laguna (Amurel) e, após licitado, deverá demorar aproximadamente um ano para ser concluído.

“Serão retirados mais de 200 mil metros cúbicos de areia para fazer o desassoreamento e também será construído um enrocamento, que são barreiras de pedra dos dois lados do canal, que vão desde o mar até a entrada na lagoa. É um ganho não só socioeconômico, porque mais de mil famílias sobrevivem da pesca na Barra do Camacho, como também é um benefício ambiental, já que peixes e camarões precisam sair e entrar na lagoa para se reproduzir. Com a abertura do canal, também será evitada enchentes nos rios que chegam até a lagoa”, explicou Scheffer.

Trabalhos definitivos

A expectativa da prefeitura é lançar a licitação em até 15 dias depois do convênio ser firmado. A obra promete acabar de vez com o problema do acúmulo de areia no canal. “Era isso que a gente esperava, uma solução definitiva para o problema que viemos enfrentando na Barra do Camacho”, pontuou o prefeito.


Máquinas da Prefeitura de Jaguaruna realizam trabalho paliativo na Barra do Camacho - Foto: Iago Zeferino da Silva/Especial Portal Engeplus

Enquanto a licitação não é lançada, a prefeitura colocou máquinas para realizar um novo trabalho paliativo no local. “Estamos abrindo um canal para que pelo menos a próxima safra de peixes e camarões sejam mantidas. Pelo canal que estamos abrindo, será possível os peixes e larvas de camarão entrarem na lagoa”, completou Silva.

Manifestação

Uma manifestação aconteceu na manhã deste sábado na Barra do Camacho. Insatisfeitos com o assoreamento do canal, pescadores, veranistas do balneário, moradores foram até o local pedir pelo desassoreamento do canal. Eles prometiam realizar o trabalho que estava sendo feito pelas máquinas da prefeitura utilizando pás e carrinhos de mão.

“Quando chegamos no local as máquinas estavam lá trabalhando, então nos reunimos e demos algumas pazadas como forma de protesto. A abertura do canal pela prefeitura é algo paliativo, que pelo menos ajuda na circulação dos peixes e larvas de camarão, mas ainda aguardamos uma solução definitiva” afirmou o empresário e um dos organizadores da manifestação, Reginaldo de Pellegrin.